STRALIS HI-WAY, A IVECO NO SEGMENTO DE EXTRAPESADOS

Iveco-Hi-Way-1

Fotos | Iveco/Divulgação

a Iveco entra em um segmento que ainda não explorava com o caminhão extrapesado Stralis Hi-Way. O veículo é oferecido em  três opções de potência (440 cv, 480 cv e 560 cv), três versões de tração (4 x 2, 6 x 2 e 6 x4) e três tamanhos de entre-eixos (3.500 mm, 3.200 mm e 3.000 mm). Os preços vão de R$ 320 mil a R$ 395 mil, dependendo da configuração.

O Hi-Way chega com boas credenciais ao país poucos meses após a estreia na Europa. No velho continente, o extrapesado já recebeu o prêmio Truck of the Year 2013, concedido pela imprensa especializada durante a feira de transportes de Hannover, na Alemanha.

Iveco-Hi-Way-2

Fotos | Iveco/Divulgação

O Stralis Hi-Way dispõe de muitos equipamentos, como luzes de LEDs e rádio CD player com leitor MP3, entrada USB e função RDS, além de opcionais como duas camas dispostas como beliches e geladeira . Há ainda equipamentos de segurança, incluindo freios ABS e limitador de velocidade.

Os principais argumentos de venda do Hi-Way são a garantia e a economia de combustível. A cobertura de fábrica estende-se por quatro anos, um para o veículo completo e mais três para o motor. Já o consumo, segundo a Iveco, é 1,4% menor que o dos concorrentes. O índice parece pequeno em princípio, mas faz grande diferença a longo prazo, pois as estimativas do fabricante apontam que os extrapesados rodam, em média, 10 mil km por mês.

Iveco-Hi-Way-3

Fotos | Iveco/Divulgação

De acordo com a Iveco, o lançamento mundial do Stralis Hi-Way consumiu investimentos de quase R$ 1 bilhão, sendo que a nacionalização do modelo acrescentou R$ 100 milhões ao montante.  A marca italiana afirma que 100 engenheiros do Centro de Desenvolvimento de Produto, em Sete Lagoas, MG, integraram uma equipe que dedicou mais de 150 mil horas de trabalho ao projeto e que veículo foi submetido a 2,1 milhões de km em testes rodoviários.

A Iveco aposta no crescimento nas vendas de caminhões no Brasil. A marca quer abocanhar 9% do mercado até o fim de 2013, que deverá registrar o total de 40 mil veículos pesados comercializados. Em 2014, o número poderá chegar a 50 mil.

Fonte: Auto Segredos

Deixe uma resposta

*

Você pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>